Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Thursday, April 22, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Barco “dignidade” parte novamente para quebrar cerco israelense a Gaza

 Imprimir Arabesq | 12/01/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Partiu de larnaca, porto do Chipre, o barco “dignidade” rumo a Gaza carregando toneladas de suprimentos médicos e alimentares para a população que sofre da maior ofensiva israelense desde 1967. Esta é a segunda tentativa de ativistas internacionais e jornalistas em quebrar o cerco israelense ao território palestino que dura mais de 19 meses.

O barco parte no início da tarde desta segunda-feira e deve alcançar o porto de Gaza depois de 24 horas de viagem, caso não seja impedido pela marinha israelense.

O movimento Gaza Livre “Free Gaza”, responsável pela missão, alugou uma barco já que o anterior usado na viagem de 29/12/2008 foi destruído por Israel ao ser impedido de se aproximar do território palestino.

Os membros da embarcação informaram as autoridades israelenses sobre a viagem que tem por objetivo transportar ajuda humanitária aos palestinos, mas receberam ameaças para não se aproximarem de Gaza, declarada zona militar fechada pelo exército de Israel.

Os ativistas internacionais desejam entregar suprimentos hospitalares solicitados pelos hospitais de Gaza, onde há escassez de material para tratar os feridos pelos ataques israelenses. A bordo há cinco parlamentares da Grécia, Espanha, Bélgica e Itália, além de sete médicos europeus e árabes e uma equipe da Al-Jazeera.

Autoridades de Israel pediram do Chipre que não permita a viagem da embarcação, ameaçando impedir que alcance o destino.
 
A destruição do barco

Durante a tentativa anterior o barco “dignidade” foi interceptado pela marinha israelense que fez chocar uma de seus navios de guerra contra o barco, destruindo a sua frente obrigando a embarcação a mudar o rumo da viagem para o Líbano já que o barco começou a afundar, colocando sob risco de morte todos os ativistas abordo.

com al-jazeera

 Imprimir
COMENTÁRIOS
 
Celia 1/13/2009 3:17:31 PM
A truculência israelense chega a tal nível que são capazes de afundar um barco levando médicos e remédios. É inominável. O pior é a mistificação de que tudo é feito para proteger o Estado de Israel. Não é. A guerra tem motivo torpe, que é ganhar pontos nas pesquisas eleitorais e tomar territórios para ter com que negociar mais à frente. Para isso, matam quase mil palestinos, impedem os enterros, impedem os barcos humanitários. Este governo de Israel vive no século das trevas porque no século 21 já não se admite mais guerra de conquista. O que mais se respeita hoje é a soberania dos povos, porque todos têm o direito à terra, à liberdade, à paz.

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Al-Jazeera Al-Jazeera
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.