Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Monday, January 20, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Nasrallah pede que milhões de manifestantes tomem as ruas no Egito

 Imprimir Al-Jazeera | 28/12/2008 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O secretário-geral do partido libanês Hezbollah pediu dos egípcios, no domingo, que se manifestem em milhões para pressionar o seu governo a abrir o cruzamento Rafa, e criticou fortemente a posição do Egito da agressão israelense em Gaza, e acusou alguns governos árabes de serem parceiros no projeto americano-israelense de impor uma solução humilhante para os árabes.

O Xeique Hassan Nasrallah, disse, em um discurso através de circuito fechado de televisão, que os povos árabes e islâmicos devem sair e se manifestar em grandes números para obrigar seus governos a assumirem suas responsabilidades.

Nasrallah reforçou o pedido para o povo egípcio, em particular, convidando-o a tomar as ruas em milhões para pressionar a liderança egípcia para abrir a passagem da fronteira de Rafah, permitindo a passagem de suprimentos médicos e alimentares para Gaza e acolhendo os refugiados palestinos que fogem do massacre israelense.

Nasrallah discursou para uma multidão de libaneses na região sul de Beirute, e esclareceu que não pede do Egito alem da abertura permanente das passagens fronteiriças com a Faixa de Gaza.

Ele pediu para os militares egípcios que pressionem as lideranças políticas a tomarem medidas decisivas que coloquem fim ao sofrimento dos palestinos em Gaza, mas isso não significaria incentivo para um golpe militar. Mas disse para a liderança egípcia “se não abrirem a passagem de Rafa, vocês serão cúmplices do massacre, do bloqueio e da tragédia palestina”.

Nasrallah ressaltou que o que está acontecendo na Faixa de Gaza, é uma réplica do que aconteceu na guerra israelense no Líbano, em Julho de 2006.

tradução: Portal Arabesq

 Imprimir
COMENTÁRIOS
 
wilson francisco da silva 12/29/2008 1:26:27 PM
Pra que lutar com os poderosos se eu posso me aliar a eles e vencer outros inimigos., vejam o saddam hussein onde foi parar., ficou contra os podersos e dançou,quando poderia estar vivo e desfrutando do bom e do melhor ao lado dos ocidentais, veja como exemplo a monarquia saudita, o governo da india e do paquistão e outros mais, pra que lutar contra os poderosos se eu posso ser amigo deles e combater os mais fracos.

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.