Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Thursday, April 22, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Israel impede a passagem do navio líbio de assistência humanitária para Gaza

 Imprimir Arabesq+Al-Jazeera | 01/12/2008 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O correspondente da AL-Jazeera em Gaza, Tamer Almzhal, informou que o navio líbio de ajuda humanitária tentou mais uma manobra para alcançar as praias da Faixa de Gaza, mas foi interceptado novamente pela marinha israelense que o impediu continuar a missão de entregar alimentos e remédios à população palestina que vive uma grave crise resultante do bloqueio israelense que dura quase 30 dias consecutivos.

Líbia está tentando derrubar o bloqueio israelense aos palestinos de Gaza ao transportar alimentos e remédios necessários para evitar uma catástrofe humana incalculável, caso continue o cerco imposto por Israel. Mas Israel ignora apelos e pedidos de organismos e autoridades internacionais e continua impedindo a passagem de qualquer ajuda aos civis palestinos.

Especialistas e ativistas internacionais não se surpreendem pela posição israelense, mas estão chocados com a complacência internacional e em especial com a da ONU que até o momento se limitou a lançar apelos sem medidas realistas.

A líbia estuda alternativas para fazer chegar ajuda aos palestinos, uma das propostas em estudo é a de descarregar os alimentos e remédios no Egito e transportá-los por via terrestre em cooperação com as autoridades egípcias.

Justificativas Israelenses

Israel disse que bloqueou o acesso do navio devido ao seu tamanho que permite o transporte de armas.

O Porta-Voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, afirma que a passagem do navio para o porto de Gaza constitui uma violação "da soberania israelense" naquela região.

O Diretor do Escritório da Al-Jazeera em Jerusalém, Walid Omari, acredita que o governo israelense pode ser forçado a mudar a sua posição e permitir a passagem do navio caso haja certificação da natureza da carga do navio.

Mas o destino do navio é diretamente afetado pelo clima eleitoral em Israel, pois nenhuma das lideranças pretende arriscar perder o apoio de oposicionistas, com a permissão da passagem de assistência humanitária à Gaza.

Decepção Palestina

Na Faixa de Gaza, o bloqueio israelense causou muita decepção entre os palestinos que se prepararam por horas para receber o navio líbio.
 
O Ministro da Saúde palestino afastado, Bassem Naim, classificou o bloqueio israelense de crime cometido contra 1,5 milhões de palestinos.

Os palestinos alimentavam a esperança de o navio Líbio estimular atitudes semelhantes de outros países árabes, já que é o primeiro navio árabe que tenta transportar ajuda humanitária para Gaza, aproximadamente três mil toneladas de alimentos e remédios.

Total Escuridão

Enquanto o navio da líbia era forçado a se dirigir para o Egito, a Faixa de Gaza viveu uma das suas noites mais escuras pelo corte total de energia elétrica devido à falta de combustível que alimenta os geradores. Isto representa uma grave ameaça à vida de crianças e idosos internados em hospitais na região, e dependem de equipamentos hospitalares para sustentar suas vidas.

Em resposta, centenas de palestinos e ativistas internacionais de paz, organizaram uma manifestação a luz de velas na cidade de Nablus, na Cisjordânia. Os manifestantes, marcharam pacificamente apelando pela união palestina e pelo fim do cerco israelense aos palestinos em Gaza.

A Associação de Moinhos em Gaza já havia informado há semanas, que os moinhos da região sofriam pela escassez de trigo, paralisando a produção de farinha, que resultou no fechamento de padarias e na crise de pão que obrigou alguns moinhos a usar trigo de terceira qualidade, destinado à produção de ração para animais.

 Imprimir
COMENTÁRIOS
 
janivaldo 12/1/2008 10:22:21 PM
israel, israel vc esta esperando que apareça um outro sabio para apertar um outro botao. e ai. uranio, plutonio, esta sobrando no mundo. sadan blefou nao acredite que nao posa haver outro pre-destinado...?

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
A falta de energia elétrica obriga médicos a usarem métodos manuais para manter a vida dos doentes em Gaza A falta de energia elétrica obriga médicos a usarem métodos manuais para manter a vida dos doentes em Gaza
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.