Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Thursday, October 29, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Tribunal derruba acordo de venda de gás Egípcio para Israel

 Imprimir Agências | 18/11/2008 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

O Tribunal Administrativo do Egito derrubou, terça-feira (18), a decisão do governo egípcio de exportar gás para Israel, a ação judicial foi defendida por alguns advogados egípcios que exigem o fim da exportação.

Os advogados consideram limitadas as reservas de gás do Egito não podendo ser exportadas, sobretudo em função dos rumores de que Israel importaria a preços inferiores dos valores mundiais. Já para o Ex-Ministro Adjunto das Relações Exteriores e um dos responsáveis pela ação judicial, Ibrahim Iesra, a decisão do governo “afeta a soberania nacional e os interesses do Egito”.

A decisão do tribunal não é definitiva, podendo ser alvo de recursos no Supremo Tribunal Administrativo.

O acordo de fornecimento de gás egípcio para uma companhia elétrica israelense foi assinado em 2005 e colocado em prática em agosto deste ano, prevendo o fornecimento anual de 1,7 bilhões de m3 por 15 anos, com a possibilidade de aumentar a quantidade em 25% e estender o prazo em 5 anos.

A Companhia Elétrica de Israel anunciou que mais de 20% de sua produção na próxima década dependera do gás egípcio.

O acordo gerou muita polêmica no Egito, especialmente porque seus detalhes não foram submetidos à apreciação do Conselho Popular do Egito, o maior poder legislativo do país.

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.