Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Tuesday, August 11, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Partido ultra-radical Shas não participará de coalizão em Israel

 Imprimir Arabesq | 25/10/2008 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Israel se aproxima da decisão de realizar eleições antecipadas, já que um partido religioso judeu radical recusou-se a aderir a uma nova coligação encabeçada por Tzipi Livni no comando do governo que substituiria o do Primeiro-Ministro Ehud Olmert.

Se não houver mudanças na decisão do partido religioso ultra-radical Shas, que desempenhou um papel fundamental nos governos antecessores, diminuirão as esperanças para um acordo de paz com os palestinos ainda este ano.

O partido Shas solicitou maiores benefícios do programa de bem-estar social para os pobres, e recusou de forma definitiva qualquer plano de paz que inclua a divisão de Jerusalém entre Israel e um futuro Estado Palestino.

O líder político do partido "Shas" e ministro do Comércio e Indústria do Governo de Israel, Eli Yishai, disse: "não se pode comprar o Shas, Shas não irá vender Jerusalém, esta foi a nossa diretriz constante ao longo das negociações".

Guidon Sar, do Partido de direita oposicionista Likud que tem crescido em popularidade e espera as eleições antecipadas, disse que "ainda os assuntos não estão resolvidos, Livni está tentando unir todas as forças partidárias possíveis para formar um tipo de governo decadente”.

Livni ainda não reagiu aos comentários, pois se encontra pressionada pela necessidade de finalizar as negociações partidárias até o prazo final definido para este domingo (26). Alguns especialistas acreditam que Livni não desistirá facilmente da missão, e pode recorrer a alianças com pequenos partidos ausentes no atual governo, entre eles políticos Árabes.

Para as negociações de paz, há preferência pelo comando do partido Kadim, de Linvi, e do partido Trabalhista encabeçado pelo Ministro de Defesa, Ehud Barak. Ambos defendem que esta não é a hora de sobrecarregar Israel com eleições antecipadas.

Pesquisas de opinião indicam possível vitória da direita israelense, opositora do processo de paz, em caso de eleições parlamentares antecipadas. A data normal para as próximas eleições é o de 2010.

Livni está encarregara de formar o novo governo após renúncia anunciada por, Ehud Olmert, no mês passado, devido ao desgaste político decorrente de investigações por corrupção.

Olmert permanecerá oficialmente como Primeiro-Ministro de Israel até a formação do próximo governo, mas não possui autoridade de levar os desejos Norte-Americanos adiante, com a assinatura de um acordo de paz até o final de 2008.

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Tzipi Livni Tzipi Livni
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.