Olmert: Acabou o sonho do Grande Israel

Receita de Olmert: Acabou o sonho do Grande Israel

A | A
"depois de um longo, penoso e doloroso dilema, chegamos à conclusão de que temos de partilhar e viver com os palestinos"

A rede de comunicação “Al-Moheet” transmitiu do Primeiro-Ministro israelense, Ehud Olmert, domingo, que o sonho do Grande Israel terminou, e cabe agora partilhar a terra com os palestinos, para evitar a solução de uma nação para os dois povos.
 
A declaração de Olmert aconteceu durante reunião do governo de Israel que debate um projeto de lei destinado a compensar colonos judeus pelo despejo, "quem falar hoje sobre a grande Israel, está se enganando", lamentou Olmert.

"Nunca pensei desta forma, durante as negociações de Camp David, eu disse que as concessões de Barak foram exageradas, e eu disse a ele que eu pensava que tudo entre o rio e o mar é nosso, mas no final, depois de um longo, penoso e doloroso dilema, chegamos à conclusão de que temos de partilhar e viver com eles (palestinos), se não desejarmos ser um estado de duas nacionalidades".

O Grande Israel, um sonho cobiçado por muito Judeus e Israelenses, é a terra que ocupa desde o Rio Nilo no Egisto até o rio Eufrates no Iraque. Apesar de negada pelos comandantes israelenses, os países árabes sempre deram pouca credibilidade às tentativas israelenses de paz pois conheciam as ambições por esta terra, que incluiria a Israel o comando dos territórios da Síria, Líbano, palestina, e parcialmente o Iraque.