Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Thursday, April 22, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Parlamento concede confiança ao governo libanês

 Imprimir Arabesq+Agências | 12/08/2008 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

O Parlamento libanês concedeu hoje a sua confiança ao governo do Líbano liderado pelo primeiro-ministro Fouad Siniora.

A votação na manha de hoje veio após cinco sessões do parlamento que testemunhou aquecidas trocas verbais, críticas à declaração ministerial e debates  sobre acontecimentos recentes envolvendo os partidos políticos em conflito no Líbano.

No entanto, com a organização e a constante interferência do presidente do parlamento, Nabih Berri, para acalmar os ânimos, foi possível conceder confiança ao atual governo e sua declaração ministerial por 100 votos a favor, 5 contra e duas abstenções.

Um dos mais polêmicos artigos da declaração ministerial aprova “o direito do Líbano, seu povo, seu exercito e sua resistência, a libertar e defender a sua terra” sem a inclusão da expressão “dentro dos limites do Estado”, defendida pela congregação da maioria parlamentar libanesa, liderada pelo partido Futuro.

Outra polêmica é a declaração do primeiro ministro Fouad Siniora no sábado, ao dizer “é inaceitável apostar a vida, a estabilidade e a segurança dos cidadãos libaneses por qualquer objetivo que seja, pois os fins não justificam os meios, e nossa nação não é um laboratório de experiências” em clara crítica ao Hezbollah e a guerra de julho de 2006, e acrescentou “Os libaneses querem uma única referencia e liderança, para proteger seus direitos e interesses”.

Tal discurso foi amplamente criticado pela oposição libanesa composta principalmente pelo Hezbollah e pela Corrente Nacional Livre, do Michel Aoun, que possuem agora direito de veto nas decisões do governo. Ambos consideram um fracasso a administração do governo anterior composto principalmente por membros da maioria parlamentar que, segundo a oposição, era inconstitucional ao não permitir a participação de todas as representações libanesas no poder de decisão.

Com a concessão de confiança ao atual governo, começa o trabalho das instituições libanesas governamentais de acordo com os princípios da declaração ministerial, mas acredita-se que a atual composição do gabinete de ministros só tem validade por nove meses dentre os quais dois são período de eleições parlamentares.

A visita à Síria

Amanha começa a visita presidencial do presidente libanês, Michel Suleiman, à Síria para encontrar o presidente Bashar AL-Assad em Damasco.

Esta é a primeira visita de Michel Suleiman à Síria, desde que assumiu a presidência em 25 de maio. Os dois presidentes já haviam se encontrado repetidas vezes no mês passado, em Paris, durante a Cúpula pelo Mediterrâneo.

Fontes informam que a atual visita deve abordar cinco assuntos principais:

1- A representação diplomática entre os dois países
2- A delimitação das fronteiras
3- A fiscalização das fronteiras
4- A questão dos presos e desaparecidos libaneses
5- A melhora das relações entre os dois países

O encontro entre os dois presidentes não tem data para terminar, e deve pôr fim ao período de crises políticas nas relações entre os dois países.

 Imprimir
COMENTÁRIOS
 
Ahmad 8/12/2008 8:33:35 AM
não entendo pq eles ficam brigando desse jeito, só espero que isso resolva as coisas

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.