Síria: Damasco alcança acordo com Liga Árabe sobre crise

Receita de Síria: Damasco alcança acordo com Liga Árabe sobre crise

A | A

A Tv Síria Internacional anunciou nessa terça-feira que o governo de Damasco alcançou um acordo com a Líga Árabe sobre a proposta que busca por fim à violência na Síria. Sem dar maiores detalhes a Tv afirmou que o acordo será anunciado nessa quarta-feira no Cairo.

Mais cedo o ministro de Relações Exteriores da Argélia, Mourad Medelici, havia afirmado que tinha saído o acordo, mas diplomatas da Argélia e do Egito negaram ter conhecimento sobre o assunto.
Os ministros da Liga Árabe se reuniram com autoridades sírias no Catar no domingo para buscar uma forma de pôr fim ao derramamento de sangue na Síria. O presidente sírio, Bashar al-Assad, vem comandando uma repressão militar há sete meses às manifestações pró-democracia contra seu governo de 11 anos.

Diplomatas árabes disseram na segunda-feira que o plano pedia à Síria a libertação imediata de prisioneiros mantidos desde fevereiro, a retirada das forças de segurança das ruas, a permissão para o monitoramento por forças da Liga Árabe e o início de diálogos com a oposição a serem realizados no Cairo.

O primeiro-ministro do Catar, o xeque Hamad bin Jassim al-Thani, cujo país lidera a comissão, também disse que Assad deveria iniciar reformas sérias se a Síria quiser evitar mais violência. Al-Thani também pediu seriedade e compromissos reais, sem “enrolação, enganação e jogos”, e respostas diretas sobre a proposta “sim ou não”.

A expectativa por uma resposta do governo sírio nessa segunda-feira foi frustrada com a retirada da comissão síria do Catar sem responder a proposta. No entanto o anuncio de hoje, não confirmado oficialmente ainda pela Liga Árabe, pode ser um caminho para um processo de reformas pacificas no país.

A Organização das Nações Unidas afirma que mais de 3 mil pessoas foram mortas durante a repressão na Síria. O governo diz que grupos armados mataram mais de 1,1 mil membros das forças de segurança.

Com agências