Israel prepara retomada da colonização na Cisjordânia

Receita de Israel prepara retomada da colonização na Cisjordânia

A | A

Fontes israelenses revelaram que o primeiro-ministro de Israel e os principais líderes de governo rejeitam quaisquer alternativas para prorrogar o decreto que impede a expansão das colônias israelenses na Cisjordânia.

Ao contrário disso, Benjamin Netanyahu, está estudando a possibilidade de retomar parcialmente a colonização na Cisjordânia após 26 de setembro, data do fim da atual moratória, informa a imprensa de Israel.

"Netanyahu estuda um ''mini-cessar'' da colonização nos territórios ocupados depois do fim da moratória de 10 meses de construção nas colônias na Cisjordânia", destaca o jornal Yediot Aharonot.
A ideia consiste em prolongar a moratória nas colônias isoladas sem anunciar a medida publicamente, mas ao mesmo tempo permitir novas construções nos blocos de assentamentos, completa a publicação.

O porta-voz do governo, Mark Regev, procurado pela AFP, se recusou a comentar as informações. No dia 20 de agosto, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, anunciou que a retomada das negociações diretas israelense-palestinas acontecerá em 2 de setembro em Washington.

A Autoridade Palestina, que aceitou participar no encontro sem obter garantias sobre o fim da colonização, cedendo assim às pressões americanas, prevê que o reinício das construções significará o fim das negociações.

Com AFP