Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Wednesday, November 25, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


ONU: Israel pode ter plantado aparelhos de espionagem no sul do Líbano

 Imprimir Arabesq | 19/10/2009 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

Uma investigação das Nações Unidas(Onu) sobre explosões no sul do Líbano indicaram que Israel plantou dispositivos de espionagem em terras libanesas, no que uma autoridade da Onu disse que pode ser uma violação a um acordo de cessar-fogo.

A força de paz Unifil no Líbano disse neste domingo que sua análise preliminar sobre duas explosões no sul do país mostrou que elas atingiram sensores de dispositivos subterrâneos.

Os aparelhos teriam aparentemente sido plantados por forças israelenses durante a guerra de 2006 com o Hezbollah, segundo a Onu. Se isso for confirmado, representará violação à resolução 1701 do Conselho de Segurança da ONU que congelou a guerra.

A primeira explosão foi relatada na noite de sábado e uma segunda no domingo pela manhã. Não houve informações de feridos. Os dispositivos tinham sido colocados no território libanês, entre as vilas de Houla e Meiss al-Jabal.

O grupo libanês Hezbollah declarou nesta segunda que os aparelhos de espionagem israelenses, dois receptores de comunicações telefônicas, são "uma violação à soberania libanesa".

E explicou que "A resistência (frente a Israel) conseguiu frustrar uma tentativa de espionagem do inimigo israelense, que teve pânico e decidiu destruir as instalações através de um avião não pilotado do tipo MK", afirmou o Hezbollah, em comunicado.

Israel detonou no sábado e no domingo dois receptores de comunicações telefônicas subterrâneos colocados na área fronteiriça de Wadi Hula.

Para o grupo xiita, que liderou a resistência contra a ocupação israelense do sul do Líbano até maio de 2000, Israel encarna o "mal absoluto" e é "um perigo permanente" para o país.

O primeiro-ministro libanês, Fouad Siniora, também considerou que essas instalações são uma "violação clara à resolução 1.701" do Conselho de Segurança da ONU, que colocou fim ao conflito de 2006.

O Exército libanês e as Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul) realizam as investigações e buscam outros aparelhos semelhantes na área.

A Finul indicou que Israel poderia ter colocado os receptores de comunicações telefônicas durante o conflito de 2006, com o objetivo de espionar as conversas do Hezbollah, segundo as primeiras investigações.

Ontem, o exército libanês destruiu as baterias que alimentavam os aparelhos e disparou contra aviões israelenses que violavam o espaço aéreo libanês, mas sem atingi-los.

O jornal As Safir informou hoje que o exército libanês está decidido a disparar contra qualquer avião israelense que "viole de agora em diante a soberania libanesa", afirmou a instituição ao chefe da Finul, general Claudio Graziano.

Com agências internacionais

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.