Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Wednesday, November 25, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Turquia marca exercícios militares com a Síria após cancelar com Israel

 Imprimir Arabesq | 14/10/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Síria e Turquia concordaram em realizar exercícios militares conjuntos, dois dias após o cancelamento do exercício aéreo "Águia da Anatólia" no qual participaria Israel, os estados unidos e forças dos países do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

O Ministro da Defesa sírio, Ali Habib, afirmou em entrevista coletiva em Aleppo, no norte da Síria nessa terça-feira que seu país realizou seus primeiros exercícios militares em solo com a Turquia na primavera passada e que o novo acordo prevê manobras mais abrangentes e de maior dimensão.

As declarações foram feita após a primeira reunião do Conselho de cooperação estratégica entre a Síria e a Turquia, com a participação de mais de vinte ministros dos dois países para lançar a abolição de vistos de entrada aos seus cidadãos entre outras medidas de aproximação estratégica em diversos campos.

Numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo turco, Ahmet Davutoglu, o Chanceler sírio Walid al Mouallem elogiou Ancara por ter anulado os exercícios militares conjuntos com Israel, uma contrapartida turca para o ataque israelense contra a Faixa de Gaza.

Turquia havia negado a existência de quaisquer motivos políticos por trás da decisão de cancelar os exercícios com Israel e pediu a Tel Aviv que mostre "prudência" em suas declarações.

As autoridades turcas garantiram que este cancelamento não representa uma ameaça para as relações bilaterais e os interesses estratégicos. Mas alertaram que as sensibilidades relativas à guerra israelense na Faixa de Gaza e às agressões em Jerusalém Oriental  e na mesquita Al-Aqsa são reais.

A Turquia, país candidato à União Européia,liderada pelo primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, tem aprofundado as suas relações e influência no Oriente Médio, expandindo a sua política externa e promovendo relações com países como a Síria e o Irã.

A crise entre Turquia e Israel ocorreu ao final do ano passado quando Ancara intermediava negociações indiretas para a paz entre a Síria e Israel e ficou surpresa com os ataques israelenses contra a Faixa de Gaza interrompendo as negociações em um momento em que pareciam avançar.

Com al-Jazeera

 Imprimir
COMENTÁRIOS
 
Edmundo 10/15/2009 11:32:48 AM
Todos os paises que se dizem civilizadas, deveriam seguir o exemplo da Turquia. Os judeus cometeram crimes de querra contra as populações Libanesas e Palestinas de Gaza, e querem justificar seus crimes como se fosse querra contra o terrorismo. Esta visão criminosa so teve uma idiota que a apoiou, que foi o Bush. Isto tem que acabar, o combate ao terrorismo não da direitos de invadir terras, humilhar e matar populações inocentes.

Cacau Jafet 10/15/2009 6:33:42 PM
Os judeus matam libaneses e palestinos inocentes,invadem suas terras e derrubam suas casas, estupram mulheres.E dizem que estão combatendo o terrorismo!!!!Tudo com o aval dos americanos! E o mundo assiste a tudo em silêncio e finge que não vê. Cacau Jafet

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.