Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Thursday, February 27, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Eleições exemplares garantem vitória de Mohammed Ould Abdelaziz na Mauritânia

 Imprimir Arabesq | 20/07/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Da Redação

Mohammed Ould Abdelaziz, general que comandou o golpe de Estado de agosto de 2008 na Mauritânia, venceu as eleições e será o próximo presidente do país, segundo anunciou neste domingo o ministro do Interior, Mohammed Ould Rzeizim.

Em coletiva de imprensa, Rzeizim anunciou que Abdelaziz obteve 410.000 votos, 52,46% dos votos totais e, com isso, será proclamado presidente sem necessidade de segundo turno.

Mauritânia
Mauritania

Capital: Nouakchott
Língua oficial:

Árabe
Frances

Área: 1,030,700 km2
População: 3,069,000 (2005)

Acusações

Os líderes da oposição acusaram o ex-chefe da Junta Militar de ter orquestrado uma fraude eleitoral para se tornar presidente.

O líder opositor, Mesaud Ould Buljeir, após ficar em segundo nas votações com 16,29% dos votos, leu um comunicado em seu nome e no de outros três candidatos denunciando uma grande fraude com o objetivo de legitimar o golpe de Estado.

Atrás de Buljeir em votos, ficaram o candidato à Presidência, Ahmed Ould Dadah, 13,66%, e o líder da lista dos muçulmanos, Mohammed Yemil Ould Mansur, com 4,76%.

Os opositores acusaram Abdelaziz de "manipulação do censo eleitoral, utilização de meios materiais e humanos do Estado, corrupção e compra de votos, e falsificação de carteiras de identidade e títulos de eleitor".

Sem Provas

No entanto, o ministro do Interior ressaltou que não recebeu nenhuma queixa oficial sobre fraude nas eleições que teria ocorrido de forma exemplar, segundo ele. Isso gera questionamentos sobre as acusações da oposição, já que Rzeizim foi designado ao cargo pela própria oposição.

O representante do Grupo de Contato Internacional para a Mauritânia, integrado por organizações internacionais, o chadiano Mohammed Saleh Nadiv, disse não ter "recebido até agora nenhuma queixa apoiada com provas" sobre uma suposta fraude eleitoral. E que os observadores das eleições indicaram "índices positivos sobre a transparência da operação".

Alta participação

Os dados oficiais apontam para uma participação nas eleições de 64,58% dos 1,2 mi de eleitores no país.

Com al-jazeera e agências internacionais

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Mohammed Ould Abdelaziz Mohammed Ould Abdelaziz
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.