Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Tuesday, July 14, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Nova missão da ONU chega para investigar crimes em Gaza

 Imprimir Arabesq | 01/06/2009 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

Chegou nessa segunda-feira (01) à Faixa de Gaza uma nova missão das Nações Unidas que investigará as violações cometidas durante a recente ofensiva israelense no território palestino.

A missão de inquérito iniciará seus trabalhos hoje investigando suspeitas de violações por parte do governo israelense ou da resistência palestina Hamas.

A equipe deve colher depoimentos de testemunhas e instituições que relataram crimes de guerra israelenses no uso de armas proibidas e de fósforo branco, no assassinato deliberado de civis, e nos ataques contra edifícios e refúgios da ONU no território palestino.

A missão também investigará as alegações do governo israelense contra o Hamas, denunciando o uso de escudos humanos o que teria provocado “as vítimas civis” segundo o governo de Israel.

A missão é chefiada pelo ex-Procurador do Tribunal Penal Internacional para Ruanda e a ex-Iugoslávia, Richard Goldstone, ao lado da especialista em direito internacional, Christine Chinkin, e a paquistanesa Hina Jilani Juiza especialista em direitos humanos do Supremo Tribunal do Paquistão e o coronel aposentado irlandês Desmond Travers.

Antecipando a chegada da missão, o governo de Israel reafirmou sua recusa de cooperar com os trabalhos da mesma, alegando que a investigação parte de um pré-julgamento contra Israel. Já o porta-voz do Hamas em Gaza, Fawzi Barhoum, garantiu que o governo afastado que comanda a região está disposto a cooperar com as investigações para desmascarar os crimes israelenses, e permitir que líderes do estado sionista respondam a esses crimes perante o Tribunal Penal Internacional.

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.