Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Friday, February 26, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Netanyahu desafia recomendações americanas e questiona soberania de “Estado Palestino”

 Imprimir Arabesq | 25/05/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O Primeiro-Ministro israelense, Benjamin Netanyahu, rejeitou cooperar com os apelos dos Estados Unidos pelo congelamento dos assentamentos ilegais israelenses em territórios palestinos ocupados, e garantiu liberdade à expansão das colônias israelenses em Jerusalém.

As declarações, transmitidas por um ministro do governo israelense, representam claro confronto com as recomendações americanas a Israel quanto aos assentamentos e ao apoio pela solução de dois Estados prevendo a criação de um estado palestino.

Na semana passada, o presidente dos EUA, Barack Obama, pediu para que Netanyahu aceitasse a criação de um Estado palestino e disse que Israel teria a obrigação, segundo acordo assinado em 2003, de interromper o aumento dos assentamentos na Cisjordânia.

Os assentamentos, que abrigam cerca de 280 mil israelenses, são considerados um dos maiores obstáculos para o avanço das negociações de paz, em expansão continua em territórios palestinos ocupados por Israel.

O atual governo israelense, de extrema-direita, rejeita ambas as recomendações, tornando públicas as intenções de impedir a criação de um estado soberano para os palestinos.

"Obviamente devemos ter reservas quanto a um Estado palestino no acordo final [...] quando negociarmos o conteúdo, chegaremos a um consenso sobre a terminologia [...] Se falamos de um Estado palestino, temos que primeiro verificar que tipo de soberania e direitos este Estado teria. Temos que nos certificar de que não estaremos ameaçados", disse Netanyahu a seus ministros neste domingo.

Ainda nesse final de semana, o radical chanceler israelense, Avigdor Lieberman, descartou a possibilidade de retorno às fronteiras prévias a 1967 para alcançar a paz com os palestinos. E defendeu que a desocupação de assentamentos judaicos só deve ocorrer como parte do acordo final com os palestinos.

com agênias internacionais

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.