Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Sunday, September 20, 2020
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Israel explora águas dos palestinos e vende o excedente para eles

 Imprimir Arabesq | 23/03/2009 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

Israel usa constantemente as bacias hidrográficas palestinas para abastecer suas cidades e colônias, enquanto os palestinos se encontram forçados a comprar milhões de metros cúbicos de água de empresas israelenses.

O Instrumento Central de Pesquisa palestino divulgou um comunicado no Dia Mundial da Água, domingo (22), afirmando que Israel retira água dos territórios palestinos, abastece os cidadãos israelenses e vende o excedente para a população palestina.

Segundo dados da Autoridade Palestina, os palestinos compraram em 2008 mais de 47,8 milhões de metros cúbicos de água da empresa israelense "Mekorot".

Ilegalidade

Na opinião de especialistas em direito internacional, o controle israelense dos recursos hídricos presentes em territórios palestinos ocupados e o uso dos mesmos para abastecer colônias israelenses representam graves violações do direito internacional que proíbe o uso de recursos naturais em territórios ocupados pelas forças de ocupação.

Yasser Alamori, especialista em direito internacional, garantiu que existem leis que regem a gestão da água partilhada entre estados. Tais recursos seriam geridos por acordos entre nações, mas o fato de Israel gerir as águas palestinas é mais uma violação das leis internacionais, o que dá o direito aos palestinos de iniciarem uma ação judicial de acordo com a quarta convenção de genebra, podendo constranger Israel em fóruns internacionais.

Escassez de Água  
  
O comunicado da agência palestina divulgou que a cota média per capita de água nos territórios ocupados da Cisjordânia é 136 litros por dia. As taxas mais baixas é a da província de Tobas onde o consumo permitido não passa de 47 litros por dia.
 
A questão da água é a ultima questão das seis necessárias para alcançar um acordo de paz. Mas o presidente da Autoridade Palestina para Recursos Hídricos, Shaddad Aotaili, reclamou que “não é aceitável ter que esperar o acordo de paz antes do povo palestino usar da água que é seu direito legal e humano já que é um recurso essencial para a vida”.

Com Al-Jazeera e Reuters

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.