Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Monday, September 16, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Irã lança seu primeiro satélite artificial de fabricação própria

 Imprimir Arabesq | 03/02/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Teerã anunciou o lançamento do seu primeiro satélite artificial de fabricação própria, dedicado para fins pacíficos. A notícia gerou grande preocupação nas autoridades francesas.
 
O Ministro das Relações Exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, disse que "a tecnologia dos satélites iranianos é para fins plenamente pacíficos, e satisfaz as necessidades do país”.
 
"os satélites são instrumentos necessários para a coleta de dados ambientais, climáticas e muitas das informações necessárias que precisamos para os projetos de caráter tecnológico, agrícola e econômico.", disse Mottaki durante da cúpula da União Africana, em Adis Abeba
 
"A diferença entre nós e alguns países que têm essa capacidade está na nossa crença de que a ciência pertence à humanidade, enquanto alguns acreditam que a tecnologia avançada é limitada apenas a certos países”, defendeu Mottaki.

Segundo o Irã, o satélite foi colocado em órbita baixa, entre 250 e 500 Km da superfície terrestre, com a ajuda do foguete Safir-2. Caso seja confirmada a entrada em órbita do satélite, batizado de Omid (esperança, em farsi), o Irã será o segundo país da região, depois de Israel, com capacidade para lançar satélites.

Um canal de TV iraniano exibiu imagens do presidente Ahmadinejad dando a ordem para o lançamento do foguete. De acordo com a agência Isna, a primeira operação do satélite foi difundir uma mensagem do presidente.

"Querido povo iraniano, vossos filhos enviaram seu primeiro satélite de fabricação nacional, que foi colocado na órbita da Terra, em nome de Deus e do 12º imã do xiismo", afirma a mensagem, ainda segundo a Isna. "A presença oficial da República Islâmica do Irã no espaço entrou para a história para reforçar a fé em Deus, na justiça e na paz."

Preocupações

O Ministério de Relações Exteriores da França afirmou nesta terça-feira que está preocupado com o feito iraniano. O porta-voz Eric Chevallier disse que a tecnologia usada neste satélite é "muito parecida com a que possui potencial balístico". "Não podemos deixar de ligar isso às fortes preocupações do desenvolvimento de um potencial nuclear para fins militares."

As principais preocupações européias, americanas e israelenses são relativas à capacidade do Irã de coletar informações de inteligência dos países ocidentais e Israel. Alem do desenvolvimento da capacidade de usar o mesmo míssil do lançamento do satélite para carregar armamentos nucleares que podem ser desenvolvidos pelo país no futuro.

O ex-presidente da Agência Espacial israelense, Isaac Ben-Israel, declarou que os veículos que carregam satélites podem ter utilizações militares.

"Se eles [iranianos] são capazes de lançar um satélite no espaço, isso significa que eles podem também alcançar a Europa Ocidental”, alertou Issac.

Segundo Mottaki, a capacidade militar iraniana é simplesmente defensiva. "Na história do Irã, nos últimos cem anos, você não pode apontar uma agressão do Irã contra qualquer nação. O povo iraniano ama a paz. queremos a paz com todos os países do mundo", disse Mottaki. O chanceler também garantiu, em diferentes ocasiões, que o programa nuclear iraniano é somente para fins pacíficos, de acordo com o direito da nação que ratificou o tratado de não proliferação de armas nucleares. O ministro ainda acusou Israel de ser a única nação no Oriente Médio que tem armas nucleares, sem objeção ocidental.

O lançamento do satélite foi um dos eventos em comemoração ao 30º aniversário da Revolução Islâmica de 1979.

com agências internacionais

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.