Principal > Política > Notícias
Português العربية
    Thursday, April 22, 2021
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Israel completa retirada do seu exército da Faixa de Gaza

 Imprimir Arabesq | 21/01/2009 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

O Exército israelense anunciou a conclusão da sua retirada da Faixa de Gaza na manhã dessa quarta-feira, mas fontes afirmam que a marinha de Israel atirou dezenas de tiros de artilharia contra o território palestino.

"Na manhã de hoje (quarta-feira), o último soldado israelenses deixou a Faixa de Gaza, mas as forças estão posicionadas na fronteira prontas para qualquer eventualidade”, anunciou um porta-voz do exército israelense.

Segundo Al-Jazeera, informações indicam que Israel mantém ataques por mar e uma cobertura aérea intensa, atormentando a população de Gaza que sente medo pela possibilidade do reinício dos combates a qualquer momento. Já as facções da resistência palestina estão cumprindo rigorosamente o cessar-fogo declarado no domingo em Damasco.

Os combates na Faixa de Gaza chegaram ao fim no domingo graças ao cessar-fogo unilateral decretado por Israel, que mais tarde foi seguido por outro cessar-fogo declarado pelos grupos armados palestinos, incluindo o Hamas, que controla o território.

O Hamas deu um prazo de uma semana a Israel para que ordenasse a saída de todas as tropas e abrisse as passagens de fronteira da Faixa, sob a ameaça de reiniciar as hostilidades.

Mais de 1.300 palestinos morreram e 5340 ficaram feridos na ofensiva israelense, a maior da história na Faixa de Gaza, que ficou devastada pelos bombardeios e combates. Aproximadamente 47% das vítimas palestinas são civis, 35% crianças.

O Escritório de Estatísticas Palestinas informou que 4.100 casas foram completamente destruídas e outras 17.000 danificadas na ofensiva.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, visitou na terça-feira o território palestino, onde acusou Israel de ter feito um "uso excessivo da força" durante a campanha de 22 dias para acabar com os lançamentos de foguetes contra o sul de seu território.

Oito grupos israelenses de defesa dos direitos humanos acusaram o Exército de ignorar as regras da guerra e pediram ao procurador-geral e ao conselheiro legal do governo que adotassem medidas sobre o caso.

com agências internacionais

 Imprimir
No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq
Veja Também

+ Populares

Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.