Abu Dhabi se abre para o investimento estrangeiro

Receita de Abu Dhabi se abre para o investimento estrangeiro

A | A

Abu Dhabi decidiu pela abertura do seu mercado de forma sem precedentes para os investimentos estrangeiros, iniciando procedimentos que legalizam a posse total de investimentos por estrangeiros no principado, e proporcionam facilidades para atrair empresas e empresários estrangeiros, sobretudo europeus e americanos. 

Abu Dhabi abriu, após longa hesitação, suas portas para investimento estrangeiro em 2005, mas limitava o direito da posse para 99 anos, ao contrário de Dubai, que atraiu a maioria dos investimentos estrangeiros nos Emirados Árabes Unidos e na região do Golfo. 

Abu Dhabi, a capital dos Emirados, detém 24% dos investimentos estrangeiros nos Emirados, totalizando no ano passado 18,7 bilhões de dólares. Trabalham na capital aproximadamente 11.258 investidores estrangeiros com capital de 5 bilhões de dólares. 

O sector petrolífero é responsável por 95 bilhões de dólares do PIB de Abu Dhabi, que visa reduzir sua dependência do petróleo, diversificando sua economia. 

Um relatório recente da Câmara de Comércio e Indústria de Abu Dhabi, indicou um crescimento do PIB do emirado este ano em 14% alcançando os 138 bilhões de dólares, ou 58% do PIB dos EAU.

Empresários do emirado acreditam na mudança do perfil do investidor em Abu Dhabi, pois atualmente os árabes e asiáticos são os predominantes, mas já é possível notar a mudança pela maior presença dos Britânicos, seguidos pelos Alemães, Suíços e Americanos.