Principal > Economia > Notícias
Português العربية
publicidade
    Monday, September 23, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Dubai tem recorde de crescimento no comercio exterior não-petrolífero em 2011

 Imprimir GN | 05/01/2012 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

Dubai: O movimento comercial não petrolífero de Dubai, que inclui o comércio direto e o da zona livre superou o equivalente a US$ 287 bi no final do terceiro trimestre de 2011. Aumento de 23% em comparação com o mesmo período de 2010.

As importações do pequeno emirado árabe foram lideradas  pela Índia com US$ 17 bilhões, ou 20,25% do total, a China ficou em segundo lugar com US$7.5 bilhões, ou 10,9%, seguida pelos EUA com US$7.2 bilhões, ou 8,3%, o Japão US$3.44 bilhões, ou 3,95%, Reino Unido US$3.37 bilhões ou 3,88%. Ao todo, os cinco principais países  são responsáveis por US$41 bilhões das importações de Dubai, mais de 47% do total.

A Índia também liderou a lista de exportações de Dubai com mais de US$ 7.4 bilhões, seguida pela Suíça em USD2.61 bilhões, e a Arábia Saudita em US$0.77 bilhões. A Índia também lidera as reexportações com US$12 bilhões, 35% do total.

O produto mais importado por Dubai foi o ouro em todos os formatos no valor de US$16 bilhões de janeiro a setembro de 2011, seguido por diamantes, US$13 bilhões, e joias e metais preciosos em terceiro lugar com US$4.5 bilhões. Automóveis e outros veículos estão em quarto totalizando US$3.57 bilhões.

O ouro também encabeçou a lista de exportações de Dubai com US$12 bilhões seguido de óleos de petróleo e de minerais betuminosos em US$0.8 bilhões, e artigos de joalheria com US$0.4 bilhões.

Das reexportações, diamantes assumiram a liderança com US$13.94 bilhões, seguidos por automóveis e veículos com US$1.54 bilhões, e artigos de joalheria com US$1.14 bilhões.
Ahmed Butti Ahmed, presidente executivo da Ports, Customs and Free Zone Corporation e Diretor-Geral da Alfândega de Dubai, disse que esses grandes resultados do comércio exterior refletem a economia forte e dinâmica dos Emirados Árabes Unidos.

"Alguns fatores justificaram esse crescimento. A acessibilidade dos mercados internacionais ao mercado de Dubai, e o crescente poder de compra local têm contribuído para o aumento do volume de importações, enquanto a qualidade distintiva dos produtos dos Emirados Árabes Unidos juntamente com o apoio à indústria nacional e as facilidades dadas aos exportadores têm desempenhado um papel proeminente no aumento das exportações e a abertura de novos mercados.

"A sofisticada e moderna infraestrutura de Dubai, os serviços avançados nos portos e aeroportos e as facilidades comerciais têm contribuído consideravelmente para atingir tais resultados positivos" Butti acrescentou, "As Alfândegas de Dubai nunca falham no suporte aos clientes, exportadores e importadores. É um elo fundamental para o movimento do comércio entre leste e oeste e melhora a capacidade de atrair investidores de toda parte.

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Porto de Dubai Porto de Dubai
Rádio Arabesq

Países Árabes