Principal > Economia > Notícias
Português العربية
publicidade
    Monday, September 16, 2019
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


EAU consideram “inviável” proposta de caças Rafale da França

 Imprimir Reuters | 16/11/2011 A | A
Publicidade
Consciência Jeans

DUBAI, 16 de novembro (Reuters) – O acordo, há muito esperado, pelos franceses para vender pelo menos 60 aviões de combate Rafale para os Emirados Árabes Unidos parece ter atingido um obstáculo na quarta-feira com as declarações do príncipe herdeiro que classificou a proposta francesa de “impraticável"

O acordo de aproximadamente 10 bilhões de dólares que havia sido negociado por quase um ano foi posto em dúvida no início desta semana quando ficou claro que os Emirados Árabes Unidos haviam pedido mas informações sobre a aeronave Typhoon construída pelo consórcio Eurofighter, concorrente da empresa francesa.

"Graças ao presidente (Nicolas) Sarkozy, a França não poderia ter feito mais diplomaticamente ou politicamente para garantir o negócio dos Rafale," afirmou o príncipe de Abu Dhabi, Sheikh Mohamed Bin Zayed, em um comunicado acrescentando que “a intervenção pessoal do presidente neste processo tem sustentado a empresa Dassault  na vanguarda das nossas considerações."

"Lamentavelmente Dassault parece não saber que toda a vontade diplomática e política do mundo não pode superar a falta de competitividade e a inviabilidade em termos comerciais", disse ele.

Uma fonte próxima ao governo dos Emirados afirmou que o impasse se deve à “arrogância” da empresa francesa, apesar de oficiais militares franceses terem dito que estavam confiantes e com esperanças de finalizar a venda no Dubai Air Show.

"Há uma frustração comum tanto dos Emirados Árabes Unidos quanto de lideranças francesa pela arrogância aparente da Dassault", disse a fonte.

"Ao invés de usar a força das relação bilaterais para fechar o negócio, estão a usando para forçar preços e uma estrutura de negócio que não mudou em mais de um ano de negociações".

O Chefe do Estado Maior da Força Aérea francesa, Jean-Paul Palomeros, havia dito no domingo que as forças aéreas dos Emirados estariam “muito interessadas no Rafale".

A França luta para conseguir um comprador estrangeiro para a aeronave, mais desenvolvida que aeronaves de quarta geração de combate, mas fica atrás da quinta geração de caças multifuncionais como o F-35 Lightning II, da Lockheed Martin’s.

 Imprimir

No momento não temos comentário, entre com o primeiro comentário aqui...
E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

Países Árabes