Principal > Economia > Artigos e Análises
Português العربية
publicidade
    domingo, 19 de agosto de 2018
ArabesQ
Newsletter

Receba as nossas notícias por e-mail


Fabricantes sírios de chocolate querem equidade com os suíços

 Imprimir Arabesq | 14/04/2010 A | A
Publicidade
Consciencia Jeans

Bélgica e Suíça sustentam há anos o lugar mais alto na excelência da fabricação do chocolate no mundo, mas os fabricantes sírios afirmam que merecem ocupar uma posição elevada na área, já que seus produtos passam a ser exportados para a Europa.

Os doces árabes produzidos na Síria têm fama internacional, são considerados por muitos como os melhores do mundo, assim como seus restaurantes de comida árabe que estão presente em todo o Oriente Médio, fazendo da culinária do levante a mais popular na região. Mas poucos percebem que a Síria também produz chocolates de luxo, o que chamou a atenção com a crescente exportação do produto para países tradicionais do chocolate na Europa.

“Porque não a Síria? O que a Suíça e a Bélgica tem que não temos para a produção do chocolate?” pergunta Bassam Graui, que dirige uma tradicional fabrica de chocolate na Síria.

"Este é um grande desafio. Mas o fato de que produzimos chocolates de luxo com preços duas vezes maiores que o preço do chocolate belga, por exemplo, surpreende muitas pessoas... o alto preço reflete a alta qualidade”, explica Graui.

Ele afirma que a família Graui foi a primeiro a fabricar chocolate no Oriente Médio ainda na década de trinta. Hoje seus produtos são encontrados em algumas das lojas mais conhecidas de Londres, como a Harrods, e da Rússia.

No entanto, esta empresa familiar tradicional começou a enfrentar concorrência de outras que surgiram na década passada como a Zenberkji e "Chocolate Art", que estão expandindo o mercado para o mundo, isso contribuiu para desenvolverem novos produtos, de maior qualidade, especialmente para a exportação.

"Os sírios têm um rico patrimônio. Nós importação o cacau da África e as avelãs da Turquia. Todos os outros componentes são da Síria”, acrescenta Graui.

Em 2005, a empresa ganhou o prêmio de “Melhor Chocolate Estrangeiro” em Paris, na maior exposição do gênero no mundo. Hoje 60% de sua produção é para a exportação, as suas metas é de exportar 80% de toda a sua produção nos próximos anos.

 Imprimir

COMENTÁRIOS
 
Joao de Freitas 21/04/2011 19:30:51
Chocolate Sirio Equivalente aos Suiços e Belgas

E você, o que acha disso?
*Título
*E-mail
*Nome
*Comentário
*País
Enviar
* Todos os campos são necessários, o email não será exibido junto ao comentário. Não serão aprovados comentários com conteúdo indecente, racista, desrespeitoso e que não seja relacionado ao assunto comentado.
ArabesQ não se responsabiliza pelo conteudo dos comentários.
Rádio Arabesq

Países Árabes
<
Arábia Saudita Argélia Bahrein Catar Djibouti
Egito Emirados Iémen Ilhas Comores Iraque
Jordania Kuwait Líbano Líbia Marrocos (em construção)
Mauritania (em construção) Omã Palestina (em construção) Síria Somália
Sudão Tunísia
VEJA TAMBÉM
MAIS VISTOS
Taxas

Moedas

Compra

Venda

Dinar Argelino

62.85

62.96

Dinar do Bahrein

0.37

0.37

Dinar Iraquiano

1,197.60

1,198.60

Dinar Jordaniano

0.70

0.701

Dinar Kuwaitiano

0.27

0.27

Dinar Líbio

1.19

1.19

Libra Sudanesa

2.05

2.06

Dinar Tunisiano

1.17

1.17

Dirham EAU

3.67

3.68

Dirham Marroquino

7.29

7.36

Franco Comorense


Copyright © 2009 ArabesQ, todos os direitos reservados.