Guerra em Gaza mistura política e economia na cúpula do Kuwait

Receita de Guerra em Gaza mistura política e economia na cúpula do Kuwait

A | A
A agressão israelense sobre Gaza e suas conseqüências devem dominar o trabalho da cúpula que começa nessa segunda-feira (19) sob o título “cúpula de desenvolvimento econômico e social”.

A política e a economia se misturaram na cúpula econômica do Kuwait, dedicada originalmente a tratar da cooperação econômica árabe.

A agressão israelense sobre Gaza e suas conseqüências devem dominar o trabalho da cúpula que começa nessa segunda-feira (19) sob o título “cúpula de desenvolvimento econômico e social”.

O ministro da informação do Kuwait, xeique Sabah Kalid Al-Sabah, afirmou em conferencia, que a solidariedade com Gaza foi acrescentada aos trabalhos ao lado da atual crise econômica mundial.

A cúpula reunirá todos os 22 países árabes, com a presença de 17 chefes de estado, analisará a forma de lidar com a atual situação econômica mundial e os efeitos da crise financeira mundial sobre os países árabes, informou Al-Sabah.

Ele acredita que a cúpula deve confirmar a responsabilidade da comunidade internacional sobre a agressão israelense e a proteção dos direitos do povo palestino, incluindo os direitos políticos inalienáveis para estabelecer o seu estado independente.

Para Sabah a cúpula do Kuwait confirmará a dimensão internacional da agressão israelense em Gaza e aliviar o sofrimento do povo palestino. E garantiu que a cúpula deve cumprir metas que caminham de encontro com a cúpula de Sharm el-Shaikh realizada nesse domingo no Egito.

Quanto à decisão de congelar as relações políticas e comerciais com Israel, tomada por Catar e a Mauritânia durante a cúpula de Doha, Sabah defendeu que esta é uma decisão que diz respeito à soberania desses países, num sinal de que a cúpula do Kuwait não abordará uma decisão conjunta pelo corte das relações de todos os estados árabes com Israel.

A cúpula econômica do Kuwait deve estudar também a possibilidade de criar um fundo para a reconstrução de Gaza, idéia semelhante à anunciada na cúpula do catar. Mas Sabah não quis confirmar se o fundo anunciado no Catar seria o mesmo a ser seguido no Kuwait.

Para Sabah esta é a primeira cúpula árabe dedicada a economia do mundo árabe, com o objetivo de melhorar o nível do cidadão árabe em termos de sua saúde e educação e o desenvolvimento do sector privado, o qual confirmou que terá o maior papel no futuro.