Retrospectiva Arabesco

Receita de Retrospectiva Arabesco

A | A
Recordação dos melhores momentos na comemoração de 5 anos no ar

No inicio de 2006 o programa arabesco comemorava cinco anos de existência, que permitiram à equipe Arabesco conhecer a comunidade árabe no Brasil e compartilhar com ela suas alegrias. Foram cinco anos de muita dificuldade e aprendizado, pois estávamos documentando, de forma pioneira, a comunidade e sua história.

Durante este período encontramos filantropos e intelectuais, revelamos personalidades e talentos até então desconhecidos, entrevistamos aqueles que fazem a política brasileira, como os presidentes lula e FHC, ministros e senadores.

- Veja o programa Retrospectiva Arabesco

Oferecemos atenção especial às entidades beneficentes árabes, acompanhamos emocionados a reportagem sobre a Mão Branca, lar para idosos que acolhe sem fazer distinção de classe, religião ou raça. Outro momento inesquecível foi quando tentávamos conter nossas lagrimas ao percebermos a dificuldade com que a Gabriela, menina do Lar Sírio Pró Infância, tentava juntar forças para contar os motivos que a levaram procurar quem a acolhesse, mas nossa emoção se transformou rapidamente quando vimos sua alegria em ter encontrado um verdadeiro lar que trouxe esperanças para sua vida e permitiu que começasse a sonhar um futuro melhor.

Registramos a historia da comunidade, entrevistamos os mais experientes, os que conhecem tudo sobre a imigração e até fizeram parte dela.

O programa que foi exibido pela TV Síria Internacional alcançou todo o globo, divulgando e informando os árabes no mundo sobre a comunidade árabe aqui no Brasil. Além de ter realizado um importante papel ao divulgar o Brasil, suas verdadeiras imagens, capacidades e seu inigualável povo que com sua alegria e simplicidade acolheu nossos imigrantes e os tratou como iguais.

Em retribuição e para colaborarmos na aproximação entre o Brasil e o mundo árabe realizamos reportagens sobre as cidades brasileiras, a economia, a indústria; Desmistificamos informações propagadas pela mídia internacional que formam preconceitos sobre os brasileiros nas sociedades estrangeiras.

Mas tudo o que produzimos não seria possível se não fosse pelos que nós ajudaram, principalmente aqueles que abriram as portas de suas casas e com elas também abriram os corações, nós contaram sobre o passado e nós apresentaram suas famílias. Por isso agradecemos muito a todos os que nós ajudaram e em especial ao Clube Homs que foi a casa do lançamento do nosso programa.

Equipe do programa arabesco